05 Perguntas Essenciais Sobre o Dinacharya

Quando surge por parte de uma pessoa a vontade e a curiosidade de tentar o tratamento ayurvédico, o primeiro passo foi dado para que ela inicie seu processo de autoconhecimento e autocura. Mas podemos dizer que, em quase todas as situações, as mudanças realmente acontecem quando essa pessoa incorpora o Ayurveda na sua vida, através da formação de uma rotina mais saudável e da mudança de atitude com relação à alimentação, sono e outros aspectos. Por esse motivo a discussão sobre o Dinacharya é tão importante, e deve continuar nas comunidades ayurvédicas, salas de aula e na internet.
MG_3456w
Quase todos os professores indianos ressaltam a importância da observação dos horários e da introdução de práticas de limpeza e manutenção corporal, e na eliminação de hábitos ruins que adquirimos devido à rotina ocidental/capitalista que o mundo moderno muitas vezes no obriga. Vamos tentar nesse artigo melhorar nossa visão geral do Dinacharya, como parte de uma mudança de vida e como uma forma simples e super prática de inserir o Ayurveda na vida de cada um, respeitando limitações e o tempo.

1- O Quanto a Rotina Diária Influencia no meu bem-estar?

A própria observação de si e do seu próprio corpo já  traz imensos benefícios. Vivemos em uma época em que o trabalho é apenas o que importa, além dos prazeres que buscamos tentando aliviar dor e a culpa geradas por uma vida de trabalho contínuo e quase sem propósitos. Quando começamos a mudar isso, observar nosso corpo, as reações advindas dele durante mudanças de horários e estações, quando iniciamos a prática da automassagem e do preparo de alimentos saudáveis, tudo isso já é a mudança. O Dinacharya impõe uma vigília de si e o cuidado constante com o corpo.
bem-estarEm pouco tempo, a pessoa que segue seu Dinacharya percebe aumento de disposição, e aos poucos ela percebe que os problemas relacionados ao sono e à digestão diminuem drasticamente. A percepção das respostas do corpo vem com o tempo, e depois  essa pessoa já é capaz de se tratar, prevenir suas doenças baseada no conhecimento do seu dosha, e realizar a correção dos problemas mais comuns por si através da lógica dos gunas (qualidades).  Uma rotina baseada no seu dosha traz bem-estar, disposição e paz, reduzindo drasticamente (ou eliminando) as visitas a hospitais.

2- Se Há Biotipos e Doshas, Por Que os Horários são Universais?

Sim, todos somos diferentes. Nossa constituição e a proporção dos doshas é única em cada indivíduo, por isso o Ayurveda insiste em tratamentos e soluções individuais. Mas então, dentro dessa lógica, como é possível ter regras de rotina que valem para todos? Bom, em primeiro lugar devemos entender que, ainda que diferentes, somos de certa forma semelhantes em vários aspectos. O corpo de um ser humano regular possui a mesma estrutura de dhatus e srotas, a mesma localização de subdoshas, e a mesma propriedade de interdependência dos doshas. A importância do Jatharagni, acúmulo de ama entre outras características, fazem do nosso sistema semelhante.  Podemos dizer que Prusha se manifesta em certos “moldes” de Prakriti, e os seres humanos são um molde em particular. Dessa forma, é possível que tenhamos recomendações gerais de rotina, mesmo que sejam sempre semelhantes, e nunca iguais. Acordar antes do nascer do sol, realizar a limpeza e eliminação pela manhã, tudo isso pode ser recomendado a diversas pessoas, sem o risco de ser leviano.
dinacharya-doshas-couverture
Em segundo lugar,o Dinacharya está intimamente ligado ao ciclo da natureza. Horários de incidência de sol, estações e a mudança de temperatura e umidade, são alguns exemplos de fenômenos e dinâmica natural, e o Dinacharya tem por função alinhar o corpo do ser humano com esse panorama. Um panorama que não muda de indivíduo para indivíduo, uma natureza que influencia a todos nós diariamente e de forma constante. E mesmo assim, claro, o estabelecimento de uma rotina irá observar de forma rigorosa o dosha de cada um.

3- Quais os Principais Horários a se Considerar?

Há um pequeno esquema básico de rotina que podemos guardar, com relação aos horários influenciados por cada dosha. Lembramos que esses horários estão ligados às características do ambiente e são influenciados pelas estações, e por isso é sempre importante considerar o local de residência e a época do ano.
VATA-400x290Horários Vata: 02h às 06h da manhã, e 14h ás 18h da tarde. Nesses horários, características do dosha Vata são imperativas. Teremos naturalmente mais disposição para atividades mentais e criativas, como trabalho e estudo, leitura e meditação. Não seriam horários bons para exercícios físicos, nem tampouco para comer coisas pesadas e que exigem digestão forte. Quando não temos escolha (precisamos comer em um horário vata), a sabedoria ayurvédica nos oferece uma série de ferramentas para evitar possíveis problemas.
PITTA-400x290Horários Pitta: 10h às 14h da tarde, 22h às 02h da manhã. Com Pitta mais ativo, as atividades de transformação do nosso corpo estão a todo vapor. No seu primeiro horário (10h às 14h) podemos aproveitar não só para a alimentação, mas para alguma organização e preparo que exija visão e discernimento. No segundo período (22h às 02h), nosso corpo se recolhe para uma digestão mais sutil, executando o metabolismo dos nutrientes para a nutrição celular. É um período que devemos estar dormindo profundamente.
KAPHA-400x290Horários Kapha: 06h às 10 da manhã, e 18h às 22h da noite. Uma das principais recomendações é para que não se acorde no horário kapha para não gerar letargia durante todo o dia, ou seja, devemos acordar antes das 06 horas da manhã. Nesse primeiro horário kapha, a prática de exercícios de forma moderada e yoga é recomendada, para oferecer mais disposição em um período que pode facilmente se tornar subutilizado, por sono ou preguiça. Já no segundo horário (18h às 22h), aproveitamos a diminuição de velocidade que o kapha traz e nos preparamos para nosso descanso, recolhendo nosso corpo e desacelerando nossos pensamentos. É um bom momento para reunião com a família ou amigos, conversas que requerem compreensão e tolerância e refeições leves.

Pontos Importantes:

  • Acordar sempre 88 minutos antes do nascer do sol (observando sempre a época do ano e a localidade).
  • Realizar exercícios físicos e yoga pela manhã (no horário kapha).
  • Realizar eliminação (urinar e evacuar) e limpeza corporal (banho, aplicações de óleo e limpeza de língua) pela manhã, antes do primeiro horário pitta.
  • Aproveitar o horário pitta da tarde para uma refeição completa (pico do fogo digestivo).
  • Não ingerir alimentos sólidos após o sol se pôr.
  • Aproveitar o segundo horário de kapha para ir para a cama e melhorar a qualidade do sono.

4- O Dinacharya é Flexível?

De certa forma sim. É importante para quem deseja estabelecer sua rotina baseada no Ayurveda saber os pontos essenciais, podendo alterá-los de acordo com mudanças próprias ou no ambiente, e realizando medidas corretivas caso algum horário importante não seja respeitado. Por exemplo: um indivíduo com predomínio de pitta no seu organismo possui fogo digestivo naturalmente forte, e pode dar conta de uma digestão mais pesada mesmo se passar do horário da sua refeição. Mas um indivíduo de vata, por exemplo, sofre mais ao passar do horário correto para se alimentar, já que sofre um decréscimo significativo no seu jatharagni. Para esse indivíduo, chás e especiarias devem ser utilizadas para minimizar os danos. O mesmo podemos dizer no caso de um indivíduo de kapha que passa do horário de dormir. Ele terá facilidade para pegar no sono em qualquer horário, o que não acontece com um indivíduo com predomínio de vata, que terá insônia facilmente se for tentar dormir muito tarde (de forma geral). Curiosamente, os indivíduos de vata são os mais propensos a não obedecer horários e rotina.

5- Como Posso Começar o Meu Dinacharya?

O Terapeuta Ayurvédico saberá, após o diagnóstico, qual será a sua rotina de forma detalhada. Leva-se sempre em consideração o estado de desequilíbrio atual e hábitos já adquiridos, no intuito de não criar um Dinacharya impossível de ser executado. Da mesma forma, o Terapeuta tentará propor medidas preventivas e corretivas que se apliquem ao seu biotipo, tornando tudo mais simples e evitando a culpa da não realização de imediato. Falando em culpa, o Dinacharya não deve ser encarado como uma dieta, ou seja, novas regras a serem aplicadas sistematicamente e mecanicamente, caso contrário ele não será implantado a culpa por ignorar uma rotina saudável poderá gerar desculpas e até uma aversão ao tratamento.
bigstock--127480889Por isso, é importante começar aos poucos, e sob orientação. Listar mudanças e começar amanhã não vai ajudar, a não ser que você esteja passando por problemas sérios de saúde que te motivem, ou que seu pitta seja imperativo e a execução de tarefas seja o seu forte. Caso contrário, faça mudanças gradativas, priorizando a regularização do sono e da digestão, que são pontos vitais para que todo o resto se acerte. A meditação é também um ponto forte nessa mudança, já que traz a motivação da descoberta e é uma das tarefas mais fáceis (se iniciada da forma correta) de se executar. Enfim, tudo começará com uma mudança de atitude, uma vontade de mudar o seu estilo de vida para melhorar rapidamente o seu bem-estar, e estar forte e com sabedoria quando pessoas ao seu redor precisem de você.
Anúncios

5 comentários em “05 Perguntas Essenciais Sobre o Dinacharya

    1. Olá, Mara. Para descobrir o seu dosha recomendamos que você procure um terapeuta ayurvédico na sua cidade ou próximo de você. Há pequenos questionários online para determinar o dosha, mas nem de longe são confiáveis e não ajudam muito. Se quiser receber indicações de terapeutas próximos, envie um e-mail para contato@indiamed.com.br -até breve! 🙂

      Curtir

  1. Nunca tinha me interessado neste assunto mas lendo estes primeiros artigos no blog achei muito interessante porque não aborda de uma forma muito radical nenhuma perspectiva de mudanças de hábitos. Quero continuar a ler mais artigos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s