Saúde da Mulher Moderna na Visão do Ayurveda

Uma das grandes peculiaridades da sociedade moderna é a luta da mulher pelos mesmos direitos do homem. Após anos de opressão e silêncio, a mulher de hoje luta pelo seu espaço no mundo, nas decisões e na influência de todos os setores da nossa sociedade. Mas infelizmente para as mulheres, as conquistas alcançadas e a igualdade de direitos trouxe também uma igualdade de rotina, e consequentemente uma diferença de obrigações. A maioria das mulheres não deixa de ser a dona de casa, mesmo trabalhando fora. A mulher não deixa de precisar cuidar da saúde do seu marido e seus filhos, mesmo que quase não tenha tempo de cuidar de si. E ela não deixa de ser o porto seguro emocional de um lar, mesmo que ela sofra mais irritação e stress que os homens no ambiente de trabalho de uma empresa.

As Obrigações da Mulher e a Visão terapêutica

o-WOMAN-WORK-STYLISH-facebookPara a visão ayurvédica, isso significa uma modificação drástica de ambiente e de carga de responsabilidade, o que força naturalmente a mulher a aumentar o seu pitta, e consequentemente diminui o seu kapha. O aspecto kapha feminino, responsável pelo abraço emocional cotidiano e pela diluição de conflitos emocionais da família com conselhos e palavras de carinho, tudo isso começa a ter a tendência de secar aos poucos. Sabemos que a mulher luta todos os dias para conseguir cumprir tudo e satisfazer a todos (uma cobrança muito mais interna do que externa), mas sabemos também que um dosha não aumenta sem que outro diminua. É muito claro para todos que cada mulher tem sua própria constituição individual, e estamos tratando esse assunto de forma geral por aqui (a única forma viável dentro de um artigo). Cada caso deve ser tratado de forma prática com o terapeuta.

A Virada do Século e a Mudança de Consciência Feminina

Com o início do movimento por consciência corporal e integral iniciado no final do século passado, conseguimos hoje que as terapias naturais e práticas conscienciais façam parte do cotidiano de muitas pessoas, mesmo no ocidente.
yoga-1812695_640
E por aqui as maiores beneficiadas foram as mulheres, que ainda sim, na correria do acúmulo de obrigações e cargos, continuam cuidado mais de si e percebendo o seu próprio corpo do que os homens. Dessa forma, as mulheres abraçaram as terapias alternativas principalmente desde meados dos anos 90 e começo desse século, lotando as salas de yoga, meditação e pilates, buscando homeopatia, acupuntura e ayurveda, e fomentando a criação de diversos artigos sobre saúde da mulher, incentivando diversos profissionais a se especializarem nessa área.

Ligação da Saúde da Mulher e de seus Filhos

Na visão tradicional das práticas médicas da Índia, a saúde da mulher está diretamente ligada à saúde do seu bebê (quando em período gestacional) ou da criança. Parece óbvio, mas só em teoria. A prática da nossa realidade é completamente diferente. Na forma de pensar do Ayurveda, a saúde da mulher e de seus filhos é uma coisa só, principalmente quando eles ainda mantêm laços muito próximos com ela, dividindo o mesmo lar.
coisas-que-uma-gravida-pode-nao-pode-fazerEssa visão invalida a lógica da mulher trabalhar demais ou incorporar tarefas demais no seu dia a dia, muitas vezes aguentando o peso da responsabilidade da criação praticamente sozinha, tudo justificado pelo desejo de ver um filho feliz. Isso quer dizer que, quando a mulher adoece, seus filhos seguirão seu desequilíbrio, cada um com suas próprias características individuais. Não há como justificar excesso de trabalho e stress para manter a saúde e bem-estar dos filhos, já que a saúde da mãe é a primeira condição para que um filho possa se manter em equilíbrio dentro do seu dosha.

Menopausa

Como um dos aspectos mais negligenciados no quadro de saúde feminina no ocidente, a menopausa hoje tem uma conotação ruim, e é vivida pelas mulheres como um período de crise. Como temos uma sociedade com valores sexuais deturpados, a mulher que não está mais em idade fértil se torna menos importante. Como o pensamento moderno sempre considera relacionamentos como um jogo de interesses, a mulher que não pode mais ter filhos não é mais tão mulher como antes.
envelhecimento-precoce-yoga-2-1024x666
O Ayurveda traz a consideração de que menopausa é apenas uma transição para uma fase de mudança de foco, e que pode ser vivida de forma plena e consciente. Dessa forma, a mulher que passa pela menopausa percebe em seu corpo diversas características do dosha vata (de forma geral), com sintomas como alterações bruscas da sensação de temperatura interna, secura geral em diversos subdoshas (perceptível de forma clara nos tecidos externos), entre outros. Esse aparecimento de vata indica apenas que a mulher viverá um período mais sutil de agora em diante, e que poderá lidar com as situações da sua vida (e da sua família) com menos apego e mais consciência. Aceitar a mudança de foco é essencial para uma transição plena.
As mulheres nesse período têm a possibilidade de passar por essa fase sem qualquer trauma ou sofrimento físico, baseando seu tratamento terapêutico em medidas para diminuir a secura (como oleações externas e internas), em aumentar de forma sutil o seu metabolismo com chás e temperos, e ainda sim,  dentro da orientação do seu terapeuta, tentar uma reposição hormonal com fito-hormônios.

Como Mudar Esse Panorama?

Como estamos lidando com o Ayurveda, as soluções são simples de se pensar e de executar também. Mesmo que uma orientação mais específica seja importante para cada uma, basta que a mulher observe as mudanças e as características que seu corpo adquire, e tentar contrapor essas mudanças com os gunas (qualidades) opostos. Se a secura está aumentando, precisamos de coisas untuosas na vida dessa mulher, que podem ser originadas de uma oleação ou de mudanças na alimentação. Se o fogo digestivo diminui, há diversas formas de ajudar o seu corpo nesse aspecto, com temperos e medidas antes/pós refeições. Se o trabalho impõe irritações e organização excessiva, pode-se apostar em alimentos doces e com molho, chás relaxantes, carinho de amigos e família, além da meditação.
7-de-marc3a7oAssim, a mulher consciente não precisa necessariamente parar de trabalhar, nem trabalhar menos. É apenas importante lembrar que uma mulher, mesmo em uma posição de liderança em uma empresa (cargo ocupado há pouco apenas por homens), pode ainda agir dentro das suas características femininas. Deixando um pouco de lado os olhares e comentários alheios, o foco da mulher pode se manter em, com sua feminilidade, intuição e cuidado, obter sucesso em qualquer atividade.
Ela precisa apenas estar atenta aos sinais do seu corpo, e entender a estreita ligação da sua saúde com aqueles que estão ao seu redor. Com essa consciência é possível passar de forma mais tranquila por gravidez, tensão pré-menstrual, menopausa ou qualquer outro ciclo biológico ou não que a mulher venha a passar.
Anúncios

Um comentário em “Saúde da Mulher Moderna na Visão do Ayurveda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s